19 a 22 de Agosto 2020

Serra da Peneda - Uma Viagem à Idade Média

Parque Nacional Peneda-Gerês

Preço: 100€ | últimos lugares

Limitado a 20 participantes

Não inclui alojamento, alimentação ou transporte

RESERVA O TEU LUGAR



VIAGEM INDIVIDUAL OU EM GRUPO

Vem conhecer a joia da natureza em Portugal, em pleno coração do Parque Nacional Peneda-Gerês - a Serra da Peneda. Vamos andar nos locais menos turísticos e também menos visitados. Neste território convivem homens e lobos em vivências consentidas de espaços partilhados. O PNPG, foi a primeira Área Protegida a ser classificada como um conjunto natural, onde a autenticidade se une numa harmonia perfeita entre as comunidades e as tradições milenares na relação com os recursos naturais.



PROGRAMA

Quarta-feira

DIA 1 – DA PENEDA À PENAMEDA

Extensão total: 10 km

Dificuldade (4) [escala de (1 fácil a 5 muito difícil)]

Duração: 4 a 5 horas

A partir do Santuário da Senhora da Peneda, por calçadas romanas, “Pântano”, fragas e o fojo do Lobo, o nosso primeiro percurso realiza-se, entre dois povoados serranos, a aldeia da Peneda e a Branda de Bouças dos Homens. Depois da Senhora da Peneda, o trilho faz-se entre carreteiros por onde em tempos passaram os carros de bois de raça Cachena (raça autóctone da serra da Peneda e Soajo). A uma cota aproximada de 1100 metros, iniciamos uma descida onde podemos avistar a Branda de Bouça dos Homens e o Fojo do Lobo. Depois de apanharmos um antigo caminho de romeiros devotos à imagem da Senhora da Peneda, iniciamos a ascensão até às faldas da Penameda. Na descida encontramos um pequeno lago artificial, conhecido localmente por “Pântano” no lugar de “Chã do Monte”. Este serviu em tempos de mini- hídrica (anos de 1949), fornecendo energia elétrica ao povoado da Peneda. Depois de cruzarmos o lago, seguiremos o regato com uma descida de intrépida aventura, devido ao declive do relevo. À medida que vamos descendo, vamos observando o Santuário, a aldeia da Peneda e a Fraga da Meadinha, procurada por inúmeros escaladores nacionais e estrangeiros.

 


DIA 2 – TERRITÓRIO DO LOBO

Quinta-feira

Extensão total: 11 km

Dificuldade (3) [escala de (1-fácil a 5-muito difícil)]
Duração: 4 a 5 horas

Entre Brandas e o Fojo do Lobo da Seida, o segundo dia inicia-se no lugar de Rouças, Gavieira. A isolada Branda de Gorbelas, encontra-se rodeada por campos de centeio, fechados pelos tradicionais muros de pedra solta. A partir daqui seguiremos um caminho de lajes que nos conduzirá ao Poulo da Seida e daí até ao Fojo do Lobo - local lendário de matança dos lobos em tempos ancestrais. Depois desta obra da arquitetura pastoril, iniciaremos a descida até à nascente do Rio Vez - o rio mais limpo da Europa.


 

DIA 3 – PERTINHO DO CÉU

Sexta-feira

Extensão total: 10 km

Dificuldade (3) [escala de (1-fácil a 5-muito difícil)]

Duração: 4 a 5 horas

O ponto alto do terceiro percurso são as lagoas e cascatas entre Brandas e muros toscos de pedra solta. O percurso tem início no lugar da igreja da Gavieira que une Rouças a São Bento do Cando por caminhos velhos de lajes marcadas pelos rodados dos carros de bois das antigas rotas de transumância. É um carreteiro que nos leva a um magnífico carvalhal até à Branda de Busgalinhas. Á medida que vamos subindo encontramos no caminho o gado bovino da raça autóctone Cachena, que durante o dia pastoreiam livremente e ao final da tarde regressarem às suas cortes. Entre campos de centeio e afloramentos graníticos, chegamos à Branda de Busgalinhas. Trata-se de um pequeno povoado, ocupado durante os meses de verão para apoio ao gado. Já na Branda de São Bento do Cando, conhecida pelas suas romarias de adoração à imagem de São Bento, iniciaremos a descida até ao Rio Grande entre trilhos de pastores. No caminho encontramos construções rústicas que servem de apoio ao pastoreio e agricultura. Quando atravessamos o ribeiro entre densa vegetação, o trilho até à Gavieira é simplesmente deslumbrante, a paisagem moldada por límpidas cascatas convidam ao banho no final do percurso.

 



DIA 4 – TRILHO CASTREJO

Sábado

Extensão total: 16 km

Dificuldade (4) [escala de (1-fácil a 5-muito difícil)]

Duração: 6 a 7 horas

O Trilho do Castrejo é a joia da Peneda. Decorre entre antigos caminhos que ligam as Brandas às Inverneiras. Estes caminhos remontam à idade média e ainda restam pequenos vestígios com algumas pedras de calçada e pontes antigas. São caminhos muito frescos no verão que atravessam espessos bosques de carvalho, alvarinho, matos rastreiros floridos, ribeiros e regatos de água cristalina que regam as pastagens cercadas por muros de pedra solta. Os povos castrejos tinham duas aldeias, cada família com duas casas, uma na Inverneira outra na Branda. A Inverneira é a aldeia onde passam o inverno, situada a mais baixa altitude e em vales abrigados. Ainda acontece, descerem da Branda pelos inícios de dezembro quando se faz a matança do porco e se inicia a Inverneira – permanecendo aqui até Março. A Branda, aldeia de maior altitude, onde normalmente se passa a Páscoa e a maior parte do ano. Aqui, dizem que as águas são melhores, são zonas frescas no Verão, as pastagens são mais verdes… Semeia-se o centeio e a batata. Os bovinos e os rebanhos de cabras são guardados por cães de Castro Laboreiro – raça autóctone, mundialmente famosa pelas suas características singulares.

 


LOCALIZAÇÃO 

Ponto de partida/chegada: Santuário Nossa Senhora da Peneda

Freguesia da Gavieira

Concelho de Arcos de Valdevez

Distrito de Viana do Castelo

 

PREÇO

Dia: 30€/pessoa

Programa completo de 4 dias: 100€/pessoa

Limitado a 20 participantes

Os preços acima são exclusivos a cidadãos residentes em Portugal.

Se não é residente em Portugal, por favor contacte:

Centro de Turismo do Oeste

Website: https://ctoeste.pt/

Telefone: (351) 261 093 768

Email: info@ctoeste.pt

 

Inclui

Guia Certificado CTO e PNPG (Miguel Braga)

Seguro Responsabilidade Civil

Seguro de Acidentes Pessoais

Exclui

Alojamento, refeições, transporte e outros serviços n.e.

 

RESERVA O TEU LUGAR

  




Todos os direitos reservados.

©2005-2020 AMPCTV

 

Formação de Guias

Já se encontra disponível o Plano de Formações para o 2º Semestre de 2020 de Setembro a Dezembro.



Março a Junho 2021



TRILHOS SILVESTRES

21 de Março 2021

18 de Abril 2021

23 de Maio 2021

20 de Junho 2021

Estes passeios têm início no Centro de Interpretação da Paisagem Protegida Local das Serras do Socorro e Archeira, localizado na Cadriceira.

Esta localidade encontra-se na encosta entre as Serras do Socorro e Archeira, junto a campos agrícolas e envolta em elementos de grande valor patrimonial, natural, histórico, cultural e paisagístico.

Realizamos este percurso durante o período da primavera, entre março e junho, momento de êxtase do brotar das flores e das ervas silvestres, que se misturam com as aromáticas, e, os cheiros intensos nos confundem com sabores gastronómicos.

Ao longo do percurso, além das belas paisagens como pano de fundo das Serras do Socorro e da Archeira, para os amantes da botânica, podemos encontrar várias espécies de lírios, juncos, narcisos, alfazema, orégãos, entre outros.

Iremos ao encontro da flora e fauna autóctone, cheirando e ouvindo os sons que nos chegam da natureza.

LOCALIZAÇÃO

Ponto de encontro: Centro de Interpretação da Paisagem Protegida Local das Serras do Socorro e Archeira – Cadriceira (Turcifal) Torres Vedras

Coordenadas Geográficas: 39º01’47.56’’N – 9º13’55.90”O

Coordenadas Google Maps: https://goo.gl/maps/scBFLRfvdHfxYZmE9

HORÁRIO

Hora de Inicio/Fim: 10h00 – 12h30

ESTUDO/CONHECIMENTO

Botânica, geologia e história

PARTICIPANTES

Destinatários: Maiores de 6 anos

Máximo: 10 pessoas

Mínimo: 5 pessoas

DADOS TÉCNICOS

Distância: 4 km

Duração aproximada: 2h30

Tipo de Percurso: Circular (saída e chega ao mesmo local)

GRAU DE DIFICULDADE (ESCALA DE 1 A 5)

Dificuldade moderada (2) – Esta classificação é feita tendo em conta os destinatários mais jovens (> 6 anos). Acessível a todas as pessoas, com boa condição física e de saúde. Durante o percurso podem encontrar alguns desníveis, pouco acentuados e zonas onde o piso poderá apresentar pedra solta. As distâncias a percorrer não apresentam qualquer dificuldade técnica e são de curta distancia.

Classificação MIDE

Meio: 1 (natural sem adversidades)

Itinerário: 1 (sem dificuldades de orientação)

Dificuldade de deslocação: 2 (piso com pedra solta)

Esforço: 2 (quantidade de esforço requerida – classificação > 6 anos)

Altimetria (desníveis acumulados 103 metros)

Altitude máxima: 139 metros (km 1,68)

Altitude mínima: 76 metros

PONTOS DE INTERESSE

Património natural (fauna e flora endémicas)

Centro Interpretativo PPLSSA

Património religioso (Capela de Santo António)

Património histórico (Estrada Militar, Fortes das Linhas de Torres)

CARTOGRAFIA UTILIZADA

Cartas Militares n.º 374, n.º 375, n.º 388 e n.º 389 do Instituto Geográfico do Exército, escala de 1:25000.

RECOMENDAÇÕES

Levar água e reforço alimentar, vestuário e calçado adequado à época do ano e às condições atmosféricas.

Kit de proteção individual (máscara e álcool gel)

Nota: não sendo a máscara de uso obrigatório ao ar livre, é necessário em todos os espaços fechados como (museus, centros de interpretação, entre outros), em caso de acidente, e/ou por aproximação dos participantes e do guia, quando não seja possível o distanciamento necessário.

Recomenda-se a não partilha de objetos ou equipamentos de uso individual.

Assim, esta atividade que tem lugar num espaço interior e no exterior, o uso de equipamento de proteção individual como a máscara é obrigatório na entrada e visita ao Centro PPLSSA.

No exterior é opção do participante usar ou não.

O distanciamento social é de 2 metros entre participantes que não sejam do mesmo grupo.

INFORMAÇÃO ADICIONAL

A AMP é uma entidade Safe & Clean e segue as orientações da DGS/OMS/Turismo de Portugal e do Governo, no que diz respeito à utilização do equipamento de proteção individual e de distanciamento social.

O guia terá consigo uma embalagem de gel desinfetante e máscaras em caso de necessidade.

No âmbito da Lei, o incumprimento das regras pode levar à exclusão da atividade.

Se um participante apresentar sintomas do Covid 19 não pode participar na atividade.

INSCRIÇÃO/PREÇO POR PESSOA

Gratuito: até aos 12 anos

Dos 13 aos 21: 5,00€

Maiores de 22: 10,00

Tendo em conta a situação de calamidade e as restrições do número máximo de pessoas por evento por favor RESERVE AQUI

A sua inscrição só é válida após a confirmação dos nossos serviços.

INCLUÍDO
Guia certificado PP
Seguro de acidentes pessoais
Seguro de Responsabilidade Civil

NÃO INCLUÍDO
Transporte, alojamento, refeições, ou outros n.e.